Conexão Xalingo – Blog

Tag - inteligência artificial

Quer aprender inteligência artificial? Então leia essa postagem

A Microsoft acaba de lançar plataforma de cursos gratuitos de inteligência artificial.

Com todas mudanças tecnológicas que vêm acontecendo, é sempre bom se atualizar às novidades que poderão ser repassadas, posteriormente, aos alunos.

E para te auxiliar, uma dica é a nova plataforma de ensino da Microsoft: a AcademIA. Ela terá disponibilizados 12 módulos gratuitos sobre inteligência artificial, que parte da introdução básica à tecnologia, sua linguagem de programação e aplicações. Para ganhar capilaridade, a iniciativa conta com o apoio de instituições que levarão os cursos até profissionais e estudantes, tais como Recode, IOS (Instituto de Oportunidade Social), Instituto Gerando Falcões, The Trust for The Americas, Eidos e ATN (Associação Telecentro de Informação e Negócios).

O curso de inteligência artificial contempla 12 módulos, sendo eles: “Introdução à Inteligência Artificial”, “Introdução a Python para Ciência de Dados” – ambos disponíveis em português –, além de “Matemática Essencial para Machine Learning: Edição Python”, “Leis e Ética para Dados e Analytics”, “Métodos de Pesquisa para Ciência de Dados: Edição Python”, “Princípios de Machine Learning: Edição Python”, “Explicações sobre Deep Learning”, “Explicações sobre Reinforcement Learning”, “Processamento de Linguagem Natural (NPL)”, “Sistemas de Reconhecimento de Voz”, “Visão computacional e Análise de Imagens” e “Microsoft Professional Capstone: Inteligência Artificial”.

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEu_wTApB06msiH5SXQ-JRg

Fonte:
http://porvir.org/microsoft-lanca-plataforma-de-cursos-gratuitos-de-inteligencia-artificial/

Entenda como a Inteligência Artificial pode auxiliar a Educação

Startup de Abu Dhabi criou um sistema de inteligência artificial que coleta os dados de milhares de estudantes e adapta os conteúdos para diferentes formatos, de acordo com o grau de dificuldade de cada um.

Ao invés de lousas, livros e cadernos, em 57 escolas públicas de Abu Dhabi e Al Ain, nos Emirados Árabes, as salas de aulas possuem telas. Através de uma plataforma digital, os alunos aprendem matemática, ciências, e inglês com conteúdos adaptados de acordo com o grau de dificuldade de cada um. O sistema, criado pela startup Alef Education, usa inteligência artificial (IA) para coletar e personalizar os dados.

“Todos os dias, capturamos milhões de dados sobre os estudantes”, disse o CEO da Alef Education, Geoffrey Alphonso, à CNN. Ele contou como funciona o sistema: para começar, os estudantes criam seus próprios avatares. Depois, podem acessar o conteúdo do curso por meio de vídeos, animações e outros conteúdos digitais. Se o sistema capta alguma dificuldade, reprograma as atividades para que o aluno aprenda os conceitos de outra forma.

O sistema de inteligência artificial identifica ainda em quais temas o aluno tem mais facilidade. Depois, envia feedback instantâneo para o professor e para os pais. “Se um estudante está indo muito bem em ciências, por que não despertar seu interesse nas profissões de cientista ou astronauta?” diz Alphonso. “Essa é a nossa meta: usar todos esses dados para criar um caminho de aprendizagem individual”.

O CEO afirma não captar informações pessoais dos estudantes, para proteger sua privacidade. O uso das telas está restrito a três horas e meia por dia. No restante do dia, os alunos realizam atividades práticas, nas quais podem interagir e realizar experimentos.

Que achou da ideia? Comente abaixo!

Créditos da imagem: REPRODUÇÃO/CNN

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEu_wTApB06msiH5SXQ-JRg

Fonte:
https://epocanegocios.globo.com/Tecnologia/noticia/2019/05/startup-de-abu-dhabi-usa-ia-para-transformar-ensino-em-escolas-publicas.html

5 dicas de livros e filmes para você abordar a tecnologia em sala de aula

Você, professor(a), sabe muito bem: nem sempre é fácil engajar os alunos. Mas as possibilidades que a tecnologia tem demonstrado, para tornar as aulas mais dinâmicas e o conhecimento mais compartilhado, inspiram para o engajamento dos estudantes. E você pode explorar os avanços tecnológicos em sala de aula através de nossas 5 indicações de livros e filmes que abordam o assunto. Confira nossas dicas!

Filmes

1. Transcendence – A Revolução (2014)
Dr. Will Caster é um famoso cientista especializado em inteligência artificial. Durante o lançamento de uma plataforma desenvolvida por ele, um grupo terrorista antitecnologia tenta assassiná-lo. Vale a pena acompanhar esta trama, que mistura ficção e suspense.

2. Eu, Robô (2004)
A história se passa no ano de 2035, quando os robôs já fazem parte do cotidiano dos seres humanos. Eles servem aos humanos como trabalhadores em fábricas e serviços domésticos. Inesperadamente, um famoso cientista que defende o uso de inteligência artificial é encontrado morto, e o maior suspeito é o androide Sonny. Entra em cena o detetive Del Spooner, que abomina robôs, embora tenha sido salvo por um.

Livros

3. Ensino Híbrido – Personalização e Tecnologia na Educação
(Lilian Bacich, Adolfo Tanzi Neto e Fernando de Melo Trevisani Penso, 2015)

O livro é resultado de experimentações sobre o ensino híbrido desenvolvido em escolas pelo Instituto Península. O título reúne possibilidades de integração das tecnologias digitais ao currículo escolar, inspirando professores a desenvolver aulas personalizadas.

4. Gamificação na Educação
(Luciane Maria Fadel (org.), Pimenta Cultural, 2014)

Dividido em dez artigos escritos por diferentes especialistas na área, o e-book aponta os diálogos possíveis entre a gamificação e a Educação, além de ressaltar as potencialidades desse encontro. O conteúdo está disponibilizado gratuitamente para download.

5. Multimídia Digital na Escola
(Elenice Larroza Andersen (org.), Editora Paulinas, 2013)

A utilização de tecnologias no ambiente escolar e o uso de recursos educacionais abertos são alguns dos assuntos abordados no livro, que apresenta experiências desenvolvidas em contextos escolares diversos.

Tem dicas de outros filmes e livros que abordam a tecnologia? Então comente abaixo!

Fontes:
https://novaescola.org.br/conteudo/12044/como-a-tecnologia-pode-inspirar-sua-proxima-aula

Inteligência artificial na educação? Saiba Mais!

Paul é uma inteligência artificial turbinado pela plataforma Watson, da IBM, que cumpre o papel de um professor 24 horas por dia, tirando dúvidas dos alunos e identificando a melhor forma de aprendizagem de cada um deles baseada em suas personalidades.

Um dos beneficiados por Paul é o profissional autônomo Kennedy Sophia Junior, de 33 anos. Ele é pós-graduado em três cursos presenciais, mas está gostando muito do novo “professor” do curso à distância que está fazendo. Segundo Filipe Cotait, diretor de tecnologia da Stefanini Scala, “”A grande diferença é que o Paul usa computação cognitiva, não é chatbot e nem pesquisa de informações, como os auxiliares de smartphones, Siri ou Google Assistente”.

Se, por exemplo, o curso tem matemática financeira e o aluno já estudou ou trabalha com isso, Paul orienta que ele avance o tema. Mesmo assim, todo o conteúdo programático é avaliado.

Paul gera um relatório sobre os alunos

A inteligência artificial consegue gerar três relatórios sobre o aluno: traços de personalidade, que consideram introversão e extroversão, por exemplo; melhor método de aprendizagem; e grau de conhecimento sobre o tema, que pode ajudar a pular algumas etapas.
Depois de mapear o perfil do aluno, o professor sugere métodos de aprendizagem em vídeos, textos, infográficos ou outros aspectos que possam ajudá-lo a captar mais informações.

E o professor, onde fica nessa história?

Segundo Adriano Mussa, diretor acadêmico e de inteligência artificial na escola de negócios Saint Paul (casa de Paul) os professores têm uma nova atribuição, que é ensinar a inteligência artificial. Como há sempre novas dúvidas que precisam ser respondidas, o professor não só ensina a IA, como também precisa aprender.
O primeiro curso a ter contato com o Paul foi Contabilidade, seguido de Inovação e Criatividade. Nesse momento, os alunos de Administração e Demonstrativos Financeiros começam a conhecer a novidade.

Você, professor: que acha das inovações tecnológicas em sala de aula? Responda pra gente nos comentários abaixo!

Fontes:
https://tecnologia.uol.com.br/noticias/redacao/2018/06/19/plantao-de-duvidas-inteligencia-artificial-vira-aliada-de-estudantes.htm?utm_source=linkedin&utm_medium=social-media&utm_campaign=noticias&utm_content=geral

Inteligência Artificial levando benefícios para dentro da sala de aula

A Realidade Virtual (VR) e a Inteligência Artificial (AI) têm ganho cada vez mais notoriedade. Tanto que, segundo relatório do grupo editorial britânico Pearson, “o futuro oferece o potencial de ferramentas e apoio ainda maiores. Imagine companheiros de aprendizagem ao longo da vida alimentados por AI que possam acompanhar e apoiar estudantes individuais ao longo de seus estudos – dentro e além da escola – ou novas formas de avaliação que medem a aprendizagem enquanto ela está ocorrendo, moldando a experiência de aprendizagem em tempo real”.

Um dos empecilhos ainda é o alto custo das tecnologias, mas não é distante o momento que VR e AI serão acessíveis como smartphones e notebooks. As máquinas estão desempenhando um importante papel no conhecimento personalizado e relevante para os alunos. Um exemplo é a Content Technologies Inc., empresa de pesquisa e desenvolvimento de inteligência artificial dos EUA, que aproveita o aprendizado profundo para entregar livros personalizados.

Já ferramentas de realidade virtual, como o HoloLens, da Microsoft, o Oculus Rift, do Facebook, ou o Google Expedition, traduzem aulas tradicionais em verdadeiras experiências virtuais, com significado do mundo real. Podemos imaginar estudantes explorando o naufrágio do Titanic, assistindo a dinossauros em sua volta, conhecendo toda a Amazônia, ou indo à lua. O “aprender” deixa de ser somente “absorvido” para ser, de fato, “sentido”.

Créditos da foto: http://insights.dice.com/2016/09/27/vr-ar-jobs-2016/

Fonte: http://porvir.org/inteligencia-artificial-na-educacao-nao-ignore-faca-bom-uso/

Aplicativo que ajuda no dever de casa

Gratuito e desenvolvido para ser utilizado em Android e iOS, o aplicativo Socratic agora está disponível também em português. Esse é um app que permite ao aluno tirar foto de uma pergunta da lição e, automaticamente, recebe explicações, conceitos mais difíceis, perguntas e respostas, vídeos e definições sobre o tema.

O Socratic utiliza inteligência artificial e informações coletadas na internet para interpretar as questões, utilizadas respostas elaboradas por uma comunidade de professores, estudantes e especialistas sobre as diversas matérias.

A diferença do aplicativo é que ele utiliza a inteligência artificial para entender qual é o conceito por trás de determinada questão, enquanto buscadores, como o Google, trazem links que contenham as palavras da pergunta. Por exemplo: quando o estudante fotografa a seguinte pergunta: “Um balão tem um volume de 2,9 litros a 320 Kelvin. Se a temperatura for aumentada para 343 Kelvin, qual passará a ser o volume?”, o aplicativo sabe que a questão é, de fato, sobre Lei de Charles, relacionada a transformações gasosas.

O aplicativo é mais indicado para estudantes entre 12 a 18 anos e você pode saber mais sobre ele aqui.

Fonte: http://porvir.org/aplicativo-ajuda-dever-de-casa-ganha-versao-em-portugues/