Conexão Xalingo – Blog

Esta professora utilizou a tecnologia para mostrar os trabalhos das crianças

post03

Conforme os anos vão passando, a tecnologia se mostra cada vez mais aliada quando o assunto é educação. E esta professora utilizou de uma ferramenta tecnológica simples de utilizar, para mostrar os trabalhos de seus alunos.

Tanymara Paganelli é professora de educação infantil e desenvolveu o projeto “Um brinquedo chamado natureza” diante de duas necessidades básicas: apresentar uma proposta inédita para a mostra de trabalhos e encontrar uma série de vivências lúdicas que pudessem estimular o equilíbrio interno e o autocontrole das crianças como um todo. A ideia, segundo ela, era permitir aos alunos “extravasar” emoções, perceber o outro e se acalmar por meio de brincadeiras e atividades.

Nesse projeto foram realizadas atividades e brincadeiras com folhas, galhos, pedras, flores, areia, argila e água, sempre respeitando a curiosidade e ritmo dos alunos. Por exemplo, tocar na argila causou estranheza e resistência para alguns estudantes. Ao pensar em como expor o trabalho, Tanymara refletiu que não fazia sentido falar da natureza e, posteriormente, imprimir inúmeras fotos e papéis, que depois da exposição acabariam indo para o lixo.

QR CODE PARA MOSTRAR TRABALHOS

Deste modo, a forma de inovar, na apresentação dos trabalhos, foi optar por ferramentas tecnológicsa simples e fáceis de utilizar: o QRCode (disponível em diferentes aplicativos, inclusive nativos da câmera do celular ou tablet) e o Microsoft Sway, que é um programa de apresentação que faz parte do pacote Office. É um aplicativo digital para criar apresentações de modo intuitivo.

A utilização das duas duas ferramentas objetivou permitir que pais e comunidade escolar pudessem ver, com detalhes, como foi o processo de construção das produções (modelagens com argila, mandala de folhas, pintura com água e sabão, pinhas, bonecos de alpiste, etc.). No entanto, o resultado com este formato foi ainda mais satisfatório, pois teve alcance a pais que não puderam visitar a Mostra de Trabalhos naquele dia, até avós e outros familiares que, mesmo de longe puderam, vivenciar junto com a criança suas aprendizagens.

E quando a professora avaliou o projeto, o resultado foi muito bom: famílias cientes e engajadas nas atividades da criança, desde o início até sua produção final; pais que relataram alegria por terem este acesso ao processo todo facilitado; e crianças empolgadas porque a mãe comprou argila para brincarem juntos em casa. Tanymara afirma que “vale a pena arriscar e inserir novas tecnologias inovando a forma de compartilhar, não apenas os resultados, mas também o processo, pois na educação infantil é na caminhada, nas tentativas e nos recomeços que percebemos a evolução das crianças”.

Créditos da imagem: Tanymara Paganelli

E para ficar por dentro das últimas novidades da Xalingo Brinquedos, inscreva-se em nosso canal no Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCEu_wTApB06msiH5SXQ-JRg

Fonte: http://porvir.org/10-aplicativos-de-realidade-virtual-para-usar-em-sala-de-aula/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *