Conexão Xalingo – Blog

Pesquisa mostra importantes mudanças em alunos

post01

Em pesquisa realizada pela UFRJ com 9,6 mil estudantes analisou-se o avanço nos níveis de autocontrole, empatia e perseverança após participação em programa socioemocional.

Uma pesquisa realizada pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), encomendada pelo Programa Semente, que leva conteúdo socioemocional para escolas, aponta que alunos de ensino fundamental 2 que tiveram contato com essa metodologia tiveram um aumento de 6,7% na melhora do comportamento.

Direcionado a alunos do ensino fundamental, do 6º ao 9º ano, o Programa Semente oferece materiais didáticos e realiza formação de professores para estimular o desenvolvimento socioemocional dos alunos. Com a opção de desenvolver atividades no período regular ou no contraturno, todas as aulas são baseadas em cinco domínios fundamentais: sociabilidade, autoconhecimento, autocontrole, empatia e tomada de decisões.

O programa teve início em outubro de 2016, quando o psiquiatra Celso Lopes de Souza e o linguista Eduardo Calbucci constataram que a falta de preparado para lidar com as emoções era um dos maiores desafios enfrentados pelos professores em sala de aula. Juntos, eles desenvolveram uma metodologia baseada em referências internacionais do Casel (Collaborative for Academic, Social, and Emotional Learning), que estuda o desenvolvimento dessas habilidades na educação básica.

Fonte:
http://porvir.org/trabalho-socioemocional-em-sala-de-aula-melhora-comportamento-dos-alunos/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *