Conexão Xalingo – Blog

Saiba mais sobre essas 3 escolas brasileiras e inovadoras

post03

Três novas escolas brasileiras foram reconhecidas pelo programa Escolas Transformadoras. Essa é uma iniciativa da Ashoka, realizada no Brasil com o Instituto Alana, que reúne instituições do mundo inteiro e que são comprometidas com a mudança da educação.

No programa, que teve início nos Estados Unidos em 2009, agora estão também a Escola Pluricultural Odé Kayodê, de Goiás (GO), o Projeto Âncora, de Cotia (SP), e o Centro Municipal de Educação Infantil Hermann Gmeiner, de Manaus (AM). A comunidade já conta com 21 escolas brasileiras e outras 262 escolas espalhadas em 34 países.

Para uma instituição ser reconhecida como uma escola transformadora, ela deve atender critérios do programa: estar alinhada com a visão de que todos podem ser transformadores, entender a criança e o jovem sob uma perspectiva integral do desenvolvimento, demonstrar capacidade de inovação e influenciar o ecossistema da educação.
Conheça as 3 novas escolas brasileiras que foram reconhecidas pelo programa:

Escola Pluricultural Odé Kayodê, de Goiás

Localizada em um espaço com muitas árvores, esculturas, referências religiosas afro-brasileiras e símbolos indígenas, a escola é um espaço de resistência e valorização das culturas. Entre outros destaques, ela aposta na formação multicultural dos alunos para que eles reconheçam suas heranças ancestrais e culturais e sejam agentes de transformação no seu território.

Projeto Âncora, de Cotia/SP

Referência nacional em práticas educacionais inovadoras, o Projeto Âncora foca na autonomia dos estudantes e no desenvolvimento de cidadãos comprometidos com a vida social. Em um espaço amplo, os estudantes podem escolher os temas que querem estudar e são orientados por tutores.

Centro Municipal de Educação Infantil Hermann Gmeiner, de Manaus/AM

Desde 2016, a escola investe em propostas pedagógicas desenvolvidas pelos próprios educadores ao invés de usar sistemas apostilados. Entre os seus pilares, ela incentiva o protagonismo das crianças, o brincar e a experimentação. Além disso, a instituição está aberta para acolher a comunidade e a diversidade.

Crédito da imagem: Hermann Gmeiner

Fontes:
http://porvir.org/3-escolas-brasileiras-entram-para-o-programa-escolas-transformadoras/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *