Conexão Xalingo – Blog

Transformando a teoria em prática

post02

Com o objetivo de exercitar a habilidade de cálculo mental das operações matemáticas de adição, subtração, multiplicação e raciocínio lógico, a professora Tania Cristina Pereira Luciano, do o Colégio Dante Alighieri, em São Paulo/SP, desafiou seus alunos a utilizarem a máquina de Rube Goldberg.

Para isso, eles optaram por modelar e imprimir as partes da máquina em impressora 3D, fazendo rampinhas e conectores. Também utilizaram uma placa perfurada de Eucatex, além de um kit maker com componentes eletrônicos. Outros materiais também puderam ser utilizados, tais como papelão para placa e para as rampas e outros kits eletrônicos de baixo custo compatíveis com a programação em Scratch.

post02-napostagem

Após criada a estrutura física, a base da programação foi realizada para que a máquina conferisse o cálculo mental dos alunos (conteúdo curricular de matemática) e que, além desse treino, a criança percebesse o funcionamento do motor e dos sensores (conteúdo curricular de educação tecnológica). Para seu funcionamento, a criança precisa digitar um valor numérico escolhido (de 1 a 10), dar o play para liberação da bolinha e a acompanhava no movimento passando pelas rampas, cobrindo sensores, acionando alavanca e concluindo seu percurso acendendo um LED.

A metodologia utilizada foi o ensino híbrido, visando a personalização no processo de ensino-aprendizagem.

Fonte:
http://porvir.org/alunos-constroem-maquina-de-rube-goldberg-para-fazer-calculos-mentais/

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *