Conexão Xalingo – Blog

A realidade como inspiração na educação

post03-wp

O projeto “Comunidade de Aprendizagem Paranoá” (CAP) pretende envolver toda a população do município de Paranoá (a 25km de Brasília) nos processos escolares, trocando as disciplinas compartimentadas por conteúdos gerados pelos próprios alunos.

Os assuntos que são trazidos pelos estudantes, são transformados em projetos individuais ou coletivos, possibilitando o aprofundamento e a consolidação de seus próprios processos de aprendizagem acompanhado de perto pelos tutores. A CAP surgiu da constatação de que, o atualmente sistema de educação, imposta pelos professores, está ultrapassado. Alunos não têm interesse nesse formato atual, gerando desinteresse, evasão escolar e outros problemas.

A ideia é de que cada aluno se aproprie e desenvolva temas que ele próprio traz da sua vida e seu bairro, para o ambiente pedagógico. A partir das demandas, são criados projetos individuais ou coletivos de interesse dos estudantes. Os temas da comunidade são transformados em projetos, acompanhados pelos professores-monitores. O coletivo de alunos e professores cria então um roteiro de atividades, oficinas, discussões coletivas e saídas de campo. Fundamentalmente, o que muda é a metodologia de acesso aos conteúdos.

Ao invés de ser realizado em um prédio tradicional de educação, o local de aprendizagem será um grande espaço contínuo comum, onde todos convivem diariamente: um galpão interligado internamente, que antes era alugado para festas particulares. A inspiração para a CAP veio da Escola da Ponte, liderada pelo educador português José Pacheco. A Escola da Ponte, uma experiência pedagógica radical em Portugal, advoga que o ensino deve ser um empreendimento comunitário, uma expressão de solidariedade.

O que você acha da ideia deste projeto? Seria viável em sua escola? Comente para nós abaixo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *