Conexão Xalingo – Blog

3 dicas para o uso adequado de celular em sala de aula

post01

Não há mais como escapar: os smartphones já são equipamento presente na vida da maioria das crianças. As atenções de muitos professores se voltam para tentar manter a disciplina e encontrar maneiras para que suas aulas só tenham acréscimos com a utilização da tecnologia. Pensando nisso, trouxemos 3 dicas de como incentivar o uso adequado de celulares em classe e, assim, evitar que as aulas percam em qualidade:
1) Compreender o uso pedagógico
A escola precisa compreender as situações em que a tecnologia pode ser útil, tanto no computador quanto no celular. Por isso, é necessário explicar aos estudantes sobre a importância do uso moderado e quais os objetivos de determinadas atividades que utilizem estes dispositivos.
2) Deixe os próprios alunos criarem as regras e definirem as consequências do seu não cumprimento
“Quando os limites vêm dos próprios alunos, eles respeitam mais, porque aquilo foi construído com os próprios colegas”, diz o professor de História da EMEF Hebe De Almeida Leite Cardoso, em Novo Horizonte/SP, Ademir Almagro. Segundo ele, “na Educação, nada que vem de cima para baixo costuma dar certo. Se o professor impuser uma regra que não faça sentido, os alunos vão quebrá-la – principalmente quando falamos de tecnologia, que é um ambiente onde eles se sentem mais confortáveis do que os adultos”. Assim, a melhor alternativa é combinar regras que façam sentido à turma, permitindo que o controle seja realizado entre os próprios alunos. Ademir ainda diz que “quando um amiguinho não está prestando atenção na aula porque está no celular, o outro chama a atenção, inibe o uso, porque ele fez parte da criação daquele combinado”.
3) Transforme a indisciplina em desafio
Onde Ademir leciona, os alunos sempre encontram uma forma de descobrir a senha de acesso à internet. Neste caso, Débora Sebriam, coordenadora de projetos do Instituto Educadigital, dá uma sugestão interessante: “eles querem descobrir a senha porque se sentem desafiados. Então, por que não incentivar uma atividade de probabilidade, por exemplo? Perguntar ‘Quantas senhas são possíveis com essa combinação de letras e números’ é um exemplo de como a escola pode transformar o problema em atividade pedagógica.”

E para você, professor, quais as formas que encontra para tornar a utilização do celular mais útil para a educação dos seus alunos? Conte para a gente 😉
Fonte: https://novaescola.org.br/conteudo/9143/7-dicas-para-manter-a-sala-disciplinada-mesmo-com-o-celular-liberado

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *